18 setembro 2014

Tudo pronto

Como estamos morando na casa dos meus pais até nosso apartamento ficar pronto não dá pra fazer tudo exatamente como a gente imagina, pois é tudo meio provisório.
Mas confesso que caprichamos no quartinho da Beatriz e do Lucas.

Optei pelo mini berço, já que manterei ele no meu quarto nos primeiros meses e não cabe um berço normal. Depois ele vai pro quarto das crianças.
Mini berço que fica quase na altura da cama - roupa de cama, mosquiteiro, ursinho e enfeite by www.babylee.com.br

A poltrona de amamentação é a que usei com a Beatriz. Só troquei a capa da almofada - by www.babylee.com.br

As roupinhas já estão em seus devidos lugares.

O enfeite da porta da maternidade segue o tema das coisinhas do quarto: ursinho Teddy - by www.babylee.com.br

As lembrancinhas de nascimento optei por mini aromatizadores de ambiente com varetinha no tema do quartinho - by www.convit.com.br

Tudo pronto: Mala de maternidade, documentos, autorizações...
Agora é só esperar mais uns dias pra ter nosso príncipe nos braços!
Torçam por nós!!!

09 setembro 2014

Estímulo à leitura

Eu até gosto de ler, mas sinceramente depois que a Beatriz nasceu ler é a última coisa que penso em fazer...
já o papai adora ler, sempre gostou muito e desde pequeninha a Beatriz conviveu com isso, então não poderia ser diferente: ela é chegada num livro, assim como em desenhos animados, música, clipes e afins.

Então resolvi fazer um cantinho bem arrumadinho pros livros dela, em que tivesse livre acesso e que despertasse mais ainda o seu interesse pela leitura.
Acho que ficou bem fofo, organizado e ela gostou também.



E agora está numa fase de querer ler as historinhas pra gente.
É a coisa mais fofa desse meu mundo!

Também pra estimular a escrita e a arte instalamos no quartinho dos brinquedos um adesivo que imita quadro negro. Daqui a pouquinho ela estará brincando de ser professora do Lucas, assim como eu fazia com meu irmão.



E vocês, como estimulam seus filhos?

29 agosto 2014

A chegada do irmãozinho

Muito antes de engravidar eu ficava imaginando como seria a reação da Beatriz ao receber em sua vida um irmãozinho. Tinha um grande medo de como ela agiria com ele, como se comportaria conosco e se iria ficar feliz.

Os primeiros meses de gestação foram tranquilos, parecia que ela tinha entendido o que aquela barriga crescendo significava e eu sempre fiz questão de que ela participasse de tudo: consultas, ultrassonografias, compra do enxoval, arrumação do quarto...

Às vezes, por vontade própria ela encostava a cabeça na minha barriga e dizia “oi neném”.
Apesar de todo esse amor houveram alguns episódios de ciúmes, em que ela queria bater na minha barriga e ficava brava quando alguém dava muita atenção a mim e esquecia que ela estava aí do lado. 

Depois veio a fase de ficar mais manhosa, querer mais colo, fazer mais birra. Mas tudo fases mesmo, onde o dia perfeito e feliz de hoje não garantiria o dia perfeito e feliz de amanhã.

Sempre expliquei com calma o que aquele bebê dentro da minha barriga significava, o que poderíamos fazer todos juntos quando ele nascesse, o que ela significaria na vidinha dele, e ela sempre pareceu concordar e entender. Explicava que ela ajudaria a cuidar dele, daria banho, comidinha, pegaria no colo e levaria pra passear, e incrivelmente desse momento em diante ela começou a brincar mais de bonecas, a niná-las e colocá-las pra dormir com todo o cuidado que uma mãe de 1ª viagem tem. Engraçado, esse tipo de brincadeira nunca foi dos mais interessantes pra minha filha. Ela sempre preferiu brincar de pintar, de bola ou puxar um caminhão. Mas algo estava mudando dentro dela. Acho que estava aflorando a “irmã mais velha”.

Mesmo assim meu medo continuava, pois uma coisa é a gestação e outra completamente diferente é a vida real com um novo membro na família, membro esse que muitas vezes irá roubar a atenção de todos para ele, irá ganhar mais colo e atenção e inevitavelmente irá causar ciúmes na irmã mais velha. Por isso estamos fazendo de tudo pra amenizar essas situações que possam deixá-la se sentir em segundo plano. 

Até mandei fazer um ursinho Teddy pink, igual ao que mandei fazer pro Lucas.
E assim que ela for me visitar no hospital entregarei o presente dizendo que quem o trouxe pra ela foi o Lucas.
Dizem que fazer isso ajuda bastante.
Vamos ver... logo logo voltarei pra contar como foi a aceitação do baby Lucas por ela.


21 agosto 2014

Reta final

Não consigo acreditar que em 1 mês ou até menos o Lucas estará aqui do lado de fora.
É engraçado...
às vezes me pego pensando que em 2010 estávamos cheios de problemas de saúde na família, tentativas frustradas pra engravidar e até uma certa descrença em um dia conseguir ser mãe.

Aí tudo passou e em 1 ano e meio a sementinha estava plantada, naturalmente, e veio em outubro de 2011 pra alegrar nossas vidas.
E a partir daí a ideia de ter outro filho só foi aumentando, apesar de todas as dificuldades e de todo cansaço que eu vinha sentindo.

Então em maio de 2013 liberamos geral, apesar de eu ainda estar amamentando e não ter menstruado ainda após o nascimento da Beatriz. E todos falavam: cuidado! assim que os ciclos regularizarem e você parar a amamentação vai engravidar. E foi o que aconteceu. Em dezembro de 2013 paramos totalmente a amamentação e na semana seguinte meu ciclo voltava ao normal. E foi nesse 1º ciclo que engravidei, sem controle, sem expectativa, sem observar meu corpo e seus sinais. Simplesmente aconteceu quando tinha que ser. Uma surpresa linda numa noite terrível de calor!

E desde lá, 35 semanas se passaram... muito enjoo e azia no início.
Muito choro, altos e baixos de humor.
Stress, nervosismo...
Mas menos preocupações, menos expectativas...
Mais barriga, menos mimos...
Mais dores no ciático, mais desconforto pra dormir...
10 dias de sinusite que cisma em não me deixar...
e muito amor e ansiedade pra conhecer o rostinho do "Luquinha", como diz a Beatriz.

Está chegando...
estou tranquila... parece que tudo vai ser mais fácil. Parece!
Vamos ver. Não abandonarei esse cantinho e sempre virei pra contar as novas experiências de uma mãe de 2. Torçam por nós!

Bom, hoje foi dia de US e estamos assim:
35 semanas de gestação.
Lucas pesando entre 2,379g e 2,726g.
Bochechudo e serelepe como sempre.
Tudo dentro das normalidades.



13 agosto 2014

Chá de Fraldas

Pensei, pensei de novo, quase decidi por não fazer o chá dessa vez...
mas resolvi fazer, afinal não é porque é uma segunda gestação que não merece o carinho e atenção que uma primeira gestação teve.
Mas dessa vez não foi um Chá de Bebê, como foi o da Beatriz, com brincadeiras, muitas convidadas e muitos gastos em decoração e afins. Foi um Chá de Fraldas. Algo mais íntimo, sem brincadeiras, somente um café da tarde pra reunir as amigas e registrar o momento, e em contrapartida receber um estoque de fraldas hiper necessário.

Tá aí o resultado.

Convite em papel aspen, feito por mim.

Bolachinhas (lembrancinha) da Graciela Duwe


Trilhos, jogo americano, bandeirolas e bilhetinhos para recados da Liebe Papier Scrap



Mosquitinho, hortência e alstroméria da Lisiantus Floricultura


Bolo, docinhos e salgados da Especialidades Pasqualini


Ursinhos Teddy da Babylee

Obrigada a todas amigas que compareceram!!!



07 agosto 2014

Oitavo mês

Mais 1 mês... 1 mês e 2 semanas no máximo.
E conhecerei o rostinho do meu Lucas.
Muita ansiedade pra que esse dia chegue.
Muita vontade de ter um bebezico pequetito no colo. Muitas saudades de amamentar.
Muita curiosidade pra ver como a Beatriz vai reagir. Acredito que ela será uma irmãzona, vai cuidar, dar carinho e atenção. Assim esperamos! Assim estamos ensinando ela a ser.
Pelo menos o carinho ela está demonstrando já agora, quando chega perto de mim, levanta minha blusa, acaricia minha barriga e conversa com o Lucas, enchendo minha barriga de beijos. Uma delícia!

Fora essa delícia toda as dores no ciático continuam a mil, as posições pra dormir já não são confortáveis e por isso a insônia insiste em me visitar toda madrugada. E pra completar a Beatriz anda dormindo bem mal, ou melhor "acordando toda madrugada chamando por mim", aí lá vai a mãe pro quarto dela dormir na cama grande com ela.

Ganhei até agora 8 kg e aparentemente nenhum inchaço por enquanto, mas sei que esse último mês é o que pega realmente. Pra prevenir faço drenagem linfática desde os 4 meses e acho que está ajudando.
Que continue assim!

Nenhuma estria, graças aos cremes e óleos que passo de 2 a 3 vezes por dia.

Lucas continua mexendo MUITO, de manhã, de tarde, de noite e de madrugada. Não tem hora pra ele.
É uma sensação maravilhosa e já fico nostálgica pensando que é muito provável que essa seja a última gestação e que não terei essa sensação novamente.
Mas é assim... tudo que é bom dura pouco. E olha, apesar de ter passado já 8 meses parece que foi mês passado que descobri a gravidez! Loucura!!!

Sábado farei o Chá de Fraldas, antes que não consiga mais curtir esses momentos por conta do tamanho da barriga e desconforto... e depois venho aqui pra contar como foi.

Beijos pra quem ainda passa por aqui.

Barriga de 7 meses - já cresceu bastante desde então

31 julho 2014

Fotos da família

Na gravidez da Beatriz eu fiz um ensaio com 26 semanas de gestação AQUI

Na gravidez do Lucas não podia deixar de fazer, mas em vez de fazer em estúdio optei por fazer em casa.
Estava com 27 pra 28 semanas.
Fotógrafa: http://www.tainaclaudino.com.br/

Amei o resultado!












21 julho 2014

Diferenças

É incrível como a 2ª gestação é diferente da 1ª.
E não é só nos aspectos emocionais mas também nos físicos.
Tinha falado um pouquinho sobre isso AQUI, no início da gestação, mas hoje, com um pouco mais de 7 meses posso adicionar muito mais.

Quer ver?

1ª Gestação: muita ansiedade, preocupação e medo
2ª Gestação: tudo é mais tranquilo e o maior medo é de não conseguir dar a atenção que o primogênito merece

1ª Gestação: cólicas nos primeiros 3 meses
2ª Gestação: nada de cólica

1ª Gestação: nada de enjoo
2ª Gestação: enjoo nos primeiros 3 meses

1ª Gestação: pouca azia em determinados períodos
2ª Gestação: azia na gestação inteira

1ª Gestação: muitos presentes
2ª Gestação: pouquíssimos presentes

1ª Gestação: muito cuidado nos afazeres domésticos
2ª Gestação: pouco cuidado

1ª Gestação: pouco stress
2ª Gestação: muito stress por conta de já ter uma filha solicitando a presença da mãe a todo instante

1ª Gestação: Muito sono
2ª Gestação: Muito sono ao quadrado

1ª Gestação: Barriga mais espalhada
2ª Gestação: Barriga mais pontuda

1ª Gestação: Barriga apareceu depois do 6ª mês
2ª Gestação: Barriga começou a aparecer muito mais cedo

1ª Gestação: Chutinhos começaram a ser sentidos lá pela 20ª semana
2ª Gestação: Chutinhos começaram a ser sentidos na 15ª semana

1ª Gestação: Só alegria
2ª Gestação: Muitos episódios de angústia, choro, incapacidade

1ª Gestação: Gastos desnecessários com o enxoval
2ª Gestação: Gastos somente com o essencial

Essas são só algumas diferenças que me lembrei agora.
Mas há uma ENORME SEMELHANÇA, que tenho certeza que TODAS as mamães de segunda viagem passam nas duas gestações:
AMOR incondicional e que só cresce.
Pelo primogênito e pelo segundinho.

E vocês meninas?
Também sentiram bastante diferença?

08 julho 2014

Gosta ou não gosta?

Em cada fase as mudanças e progressos se tornam mais evidentes e a personalidade e vontade própria vão se fazendo presentes cada vez mais.

Hoje, por exemplo:


A Beatriz AMA:

Polenta
Sopa
Feijão
Batata
Carne de fígado
Clara do ovo
Iogurte de morango
Yakult
Folhas de hortelã
Picolé
Sorvete
Chocolate
Café
Suco de uva integral
Cama elástica
Brincar de pula-pula na cama
Desenho da Peppa
Desenho do Caillou
Ficar descalça
A cor "Pink"
Jogar bola
Passear no shopping
Ir no parquinho
Ver vídeos no celular e brincar com os aplicativos infantis
Dormir juntinho da gente

A Beatriz GOSTA:

Brócolis
Couve flor
Salsicha
Maçã
Cenoura ralada
Gelatina
Música
Livros
Desenhar 
Brincar de esconde-esconde
Passar batom
Pintar as unhas
Usar vestido

A Beatriz NÃO GOSTA:

Sentar para fazer as refeições
Legumes e verduras
Tomar banho
Escovar os dentes
Trocar de roupa
Amarrar o cabelo
Ir pra creche

A Beatriz ODEIA:

Amendoim e qualquer coisa que tenha amendoim no meio
Colocar tiara ou presilha no cabelo
Usar o mesmo talher para comidas diferentes (por exemplo sopa e iogurte na mesma refeição)
Ser acordada
Água nos olhos enquanto toma banho

E assim ela vai se moldando e nos mostrando quão igual e quão diferente ao mesmo tempo ela é da gente.

Beatriz, mamãe te ama do jeitinho que você é!!!










23 junho 2014

Um ciclo se encerra

Nosso 1º lar depois de casados.
Foram 5 anos e meio...onde passamos por momentos muito felizes.
Onde descobrimos as 2 gestações.
Onde passávamos diariamente pouquíssimo tempo, mas nos sentíamos muito bem e sempre tínhamos vontade de ficar mais.
Tudo foi feito do nosso jeito, do nosso gosto e até o último momento mantivemos com muito amor e carinho o nosso querido lar.
Agora é hora de nos despedirmos.
E dá uma certa tristeza. Mesmo sabendo que será melhor assim e que no próximo lar será igualmente de felicidade.
Mas dá uma tristeza maior em pensar que a Beatriz não se lembrará de nada do que passamos nós 3 juntos aí nesse cantinho.

Adeus ao nosso pequeno cantinho repleto de amor!



 Desenhando enquanto papai e mamãe encaixotam as coisas

 Arrumando seus livros

 Primeiras prateleiras vazias. Que dó!


Sempre disposta a ajudar, no que for!