04 abril 2014

O caso do lobo mau no colchão

Não é novidade pra ninguém que a Beatriz nunca foi de dormir a noite toda.
Umas vezes por estar acostumada com amamentação em livre demanda, outras porque erramos feio e fizemos cama compartilhada, outras porque pegava no sono sempre no carro e ultimamente porque tinha medo de dormir no quartinho dela.

Acho que quase dava pra contar nos dedos as noites inteiras de sono que tive desde que ela nasceu.
Não tô exagerando não gente!

Então que agora que estou esperando mais um baby e ela está com 2 anos e meio eu pensei: "tenho que fazer alguma coisa pra mudar essa situação, pois ela só tende a piorar!".

Pensei em marcar psicólogo, neuro, especialista em sono... e realmente estava com os telefones em mãos quando o surpreendente aconteceu: ela começou a dormir noites inteiras na caminha dela, sem acordar, sem chorar, sem crises de terror noturno.

Como aconteceu isso?

Bem... como falei acima, ultimamente ela falava que tinha medo de dormir no quartinho dela. Dizia que tinha o lobo mau e o jacaré que ía comer o pé dela.
Então na quarta feira passada minha mãe veio até meu apartamento pra me ajudar na 1ª tentativa em fazer ela dormir na caminha dela. E aí minha mãe notou algo. Um barulho.

Caaaallllmaaaa!

Era só o barulho do protetor de colchão. Aquele barulho plástico que dá pra ouvir a quilômetros de distância quando a criança se mexe na cama. Então minha mãe disse: "vamos tirar isso aqui, pois faz muito barulho."
OK
Aí ela quis que eu deitasse no berço junto com ela. Lá fui eu. Tudo pra fazer a criança dormir bem!
E não é que deu certo? Ela adormeceu, eu me mandei pro meu quarto e todos dormiram bem até de manhã cedo.

Na 2ª noite foi a mesma coisa, na 3ª também. Na 4ª transformamos o berço em mini cama e ela se empolgou muito. Dormiu direto também. Na 5ª, 6ª, 7ª, 8ª e 9ª noites também. Ou seja, 9 noites que ela dorme bem!
Me digam: só pode ter sido a retirada do protetor de colchão, não é? (Obrigada pelo "feeling" mãe).
De certo ela se mexia e o barulho a assustava, fazendo pensar que era o lobo mau ou o jacaré que ela tanto falava.

Uma coisa tão simples e que a gente não parou pra pensar. Será que o maldito protetor foi o responsável por todos esses meses de sofrimento noturno?

Só sei que por enquanto está maravilhoso, mesmo eu tendo que deitar com ela até ela adormecer.
Próximo passo é fazer ela dormir sem a minha companhia.

É uma delícia dormir a noite toda e ser acordada por ela ao lado da nossa cama falando:
"Oieeeee. Eu acordou sozinha!!!"

Berço transformado em mini cama


01 abril 2014

Curtinhas

Essa fase depois dos 2 aninhos é uma delícia e muito engraçada pois eles já se comunicam relativamente bem e muitas vezes saem com cada uma!


Família Real:

- Mamãe é "pincesa", Beatix é "pincesinha" e papai é "pimpe".

**************************************************************

No shopping:

Passa por nós um senhor de muletas que não tinha uma perna e a calça estava solta quase arrastando no chão.
- Mãeeeee, o titio perdeu a bota!

**************************************************************

Em casa:

Depois de me irritar por ela não querer se vestir pra sair, tirei minha blusa, pois estava com muito calor e falei:
- Agora chega! Estou saindo!

Ao que ela já repara:

- Pelada mamãe?

**************************************************************

Mudando de opinião:

Beatriz doentinha e eu a arrumando pra ir pra creche:

- Não qué i pa quéchi!!!
- Então tá bom. Vamos então no titio médico pra tomar o remedinho pra garganta.
- Qué i pa quéchiiiiiiii!!!

**************************************************************

Dá vontade de amassar!!!

24 março 2014

É TPM ou Gravidez?

Nos grupos de tentantes do Facebook me deparo com inúmeros posts
relatando vários sintomas e perguntando: Será que estou grávida?
Quem já engravidou um dia vai concordar comigo que os sintomas se
parecem muito mas não são iguais.

Imagem retirada do Google

Acredito que o maior sintoma de gravidez é o sexto sentido feminino. 
Se você acha que há algo de diferente no seu padrão menstrual ou nos 
sintomas pré-menstruais o ideal é fazer um teste de gravidez para tirar 
a dúvida, principalmente se a menstruação estiver atrasada.
Mas se você não acredita no sexto sentido então observe atentamente 
os sinais do seu corpo.

Se você tem ciclos regulares então fica muito mais fácil conhecer os
sintomas. Mas se você, assim como eu, tem ciclos completamente 
irregulares, aí é um pouco mais complicado, mas não impossível.

Vale lembrar que uma mulher é diferente da outra. Existem mulheres 
que sofrem muito com os sintomas da TPM e têm todos esses citados 
abaixo e mais alguns. E existem mulheres também que não sentem 
quase nada. Aí está a importância de conhecer o seu corpo e prestar 
atenção em cada sinal que ele dá.


TPM

Dor e desconforto na barriga com sensação de inchaço
Dor e sensibilidade nas mamas com sensação de inchaço
Dor de cabeça
Fadiga e cansaço
Aumento do apetite
Sintomas emocionais bem proeminentes (irritabilidade, humor 
variável, nervosismo, tristeza, choro fácil, dificuldade de memória
e concentração)
Acne
Calorões
Tontura
Palpitações

GRAVIDEZ

Falta de ar
Seios sensíveis
Fadiga
Sonolência
Fisgadinhas em baixo na barriga
Enjôos
Azia
Xixi freqüente
Dores de cabeça
Dores nas costas
Cólicas
Desejos ou aversões alimentares
Inchaço
Variação do humor
Temperatura corporal elevada
Sensibilidade maior aos odores
Tonturas ou desmaios
Sangramento leve e antes do período da menstruação
Atraso menstrual

Você não vai saber com certeza se você está grávida antes de
fazer um teste de urina. E mesmo assim ele pode dar resultado 
negativo se for feito antes do atraso menstrual.
O ideal é fazer depois de 1 dia de atraso e mesmo assim, se der 
negativo e o atraso continuar faça novamente após alguns dias, pois 
os níveis de hCG dobram a cada 2 ou 3 dias.
Comigo foi assim na 1ª e 2ª gravidez. Na 1ª fiz alguns testes que deram 
negativos, então fiz o Beta hCG que deu indeterminado e depois positivo. 
Na 2ª fiz 3 testes que deram negativos e após 1 semana fiz novamente 
e deu positivo.

E o mais importante:
Assim que tiver a confirmação da gravidez não deixe de marcar a 
1ª consulta com seu ginecologista/obstetra.

Boa sorte!

18 março 2014

Apreensão pra saber a medida da TN

Eu estava apreensiva...
com muita confiança... mas apreensiva.

Hoje foi dia de US morfológica do 1º Trimestre e aquela sigla tão temida ficava martelando na minha cabeça: TN.

Na 1ª gestação o medo, a dúvida, a insegurança nos acompanharam desde que na US foi constatada a medida da TN um pouco alterada (0,3), onde dizem que o máximo considerado normal seria 0,25.
No fim tudo não passou de uma preocupação em vão e nossa filhota nasceu perfeita e saudável.

Pra quem não sabe o que significa essa medida leia AQUI.

Então hoje foi dia de medir a tal!
E o que eu mais quis ouvir da médica se concretizou: "Está tudo perfeito. Só de olhar a nuca já dá pra ver que a medida está ótima."
Então, o que um dia me atormentou, hoje me deixou super feliz.
TN com 1,2. Osso nasal visualizado. Batimentos de 166. Todo formadinho, dando pulos, piruetas e fazendo gracinhas.
Gestação estimada em 12 semanas e 1 dia.

Papai e Beatriz foram junto compartilhar dessa alegria e saímos todos felizes.

Não tem nada melhor que sair de um exame com a certeza de que tudo está bem!

Beijos.

12 março 2014

Terror Noturno. Você já ouviu falar?

Não podia deixar de postar sobre esse assunto, ainda mais agora que tenho quase certeza de que a Beatriz sofre com esse distúrbio frequentemente.

Pesquisamos muito a respeito, pois as crises são apavorantes e os médicos dizem que é normal, que tem que esperar, pois com o tempo as crises diminuem. Mas na prática é impossível ignorar a crise.

Vou contar como tudo começou:

A Beatriz nunca foi de ter noites ótimas de sono, desde que nasceu. Até completar 1 ano e meio quase dava pra contar nos dedos as noites inteiras de sono. Mas nessa época as acordadas eram porque ela queria mamar, receber aconchego. Então de repente as acordadas começaram a ficar diferentes: ela sentava ou ficava em pé no berço e começava a gritar muito, um grito de pavor, diferentemente de um grito de dor, de tristeza, de manha. Junto com os gritos ela se jogava na cama, se arranhava o rosto, se mordia e puxava os cabelos, suando muito e com o coração disparado.
No início pensávamos que era o terrible two, manha, falta do peito... mas era tudo muito intenso pra ser só isso.
Então, sem saber direito o que estava acontecendo íamos convivendo com as crises, às vezes 1 hora após ela pegar no sono, às vezes no meio da madrugada e outras de manhã cedo. A nossa primeira ação é sempre acender a luz, conversar, acalmar com palavras e depois pegar no colo. NADA disso adianta. A criança parece que está acordada, aos olhos de um leigo, pois está de olhos abertos na maioria das vezes, mas o fato é que ela está dormindo e não tem noção do que está acontecendo. De olhos abertos, olhando pro nada, parece não nos reconhecer e se a pegamos no colo ela se debate ainda mais, chuta, arranha. Mas sempre precisamos pegar no colo e imobilizar os braços, pois ela se machuca muito se deixamos livre, infelizmente.
As crises por aqui duram bastante. Já cheguei a ficar segurando ela por quase meia hora nessa situação. Quase choro junto, tamanho é o desespero dela. 
E as crises terminam de repente, do nada, e ela age como se nada tivesse acontecido.

Aí, analisando cada crise, horários em que acontecem, situações pelas quais ela passou durante o dia, quase podemos concluir que:
- se ela tiver um dia ou noite muito estressante ou excitante é bem provável que tenha crise de madrugada.
- se ela chorar (se estressar) durante o banho também é bem provável que tenha a crise. E o pior é que ela não gosta muito de tomar banho e pra que ela não chore tem que sempre inventar alguma coisa diferente, como por exemplo um banho de espuma, um local diferente da casa pra tomar o banho, uma pessoa diferente pra dar o banho...

E aí, alguém já passou ou ainda passa por isso? Por favor, divida sua experiência comigo.

Pra saber mais sobre o Terror Noturno Infantil clique AQUI.


06 março 2014

Para as tentantes - À Venda - EDITADO

Meninas,
Como vocês sabem eu era tentante, então comprei testes de ovulação e gravidez mas nem cheguei a usar nada pois antes de chegarem descobri a gravidez.
Então agora eu gostaria de vendê-los e conto com vocês pra divulgar pras amigas tentantes.

Kit com 10 TESTES DE OVULAÇÃO ONE STEP
Brinde: 2 testes de gravidez
Preço: R$ 25,00
Obs: Tenho disponíveis 4 kits

Kit com 10 TESTES DE GRAVIDEZ ONE STEP
Preço: R$ 30,00
Obs: Tenho disponível somente 1 kit

FRETE por conta do cliente
Beijinho a todas e espero de verdade que o positivo de cada uma de vocês chegue o quanto antes!!!

01 março 2014

É tudo diferente

Já li em outros blogs, muitas vezes, que a 2ª gestação é muito diferente da 1ª.
Li mas não absorvi muito bem. Achei exagero. Pensei que comigo seria diferente. Mas não. Só muda o endereço.

Por exemplo:

  • A reação com que as pessoas recebem a notícia da 2ª gravidez é muito diferente e menos empolgante que na 1ª.
  • Os mimos... mimos? Não sei o que é isso nessa gestação.
  • As pessoas não se preocupam mais tanto com você, afinal você já passou e sobreviveu a uma gestação. Por que seria diferente agora?
  • Apenas uma pessoa veio passar a mão na minha barriga até agora.
  • Na 2ª gravidez o tempo passa muito mais rápido.
  • Temos menos tempo pra descansar e muito mais coisas pra fazer.
  • Estou menos consumista.
  • Estou menos preocupada.
  • A barriga começou a aparecer bem mais cedo.
  • Não tirei nenhuma foto da barriga até agora.
  • Não comprei roupa de gestante e não comprei nenhuma peça pro enxoval do bebê.
  • A lista pro enxoval é infinitamente menor.
  • Não estou idealizando o parto (ou tipo de).
  • Quase todos me perguntam: "Quer que seja um menino pra ter um casalzinho"?
  • Estou enjoando e com azia, coisa que não conhecia na 1ª gestação.
Não estou querendo dizer que TODAS as observações acima são negativas e também não estou querendo dizer que todas as segundas gestações têm esses pontos negativos, mas que é muito diferente DISSO EU NÃO TENHO NENHUMA DÚVIDA! 

E assim vamos levando, rumo à 10ª semana.

26 fevereiro 2014

Desfralde

É com muita alegria e satisfação que venho anunciar o tão sonhado e esperado desfralde!!!

Como relatei AQUI, em meados de outubro se iniciou o processo todo, sem nenhuma pressão.
Na verdade foi ela que nos direcionou a isso, pedindo pra ir fazer as cacas no banheiro.
Mas confesso que a minha preguiça em iniciar o processo era enorme. Pensei que iria demorar anos!

E eis que agora, 4 meses depois posso considerar que o processo se finalizou.
Ela chega a dormir até 3 horas seguidas de tarde sem fralda e não faz na cama. Passeia de carro pra cidades vizinhas sem fralda. Vai pra creche e fica lá sem fralda.
É engraçado: se ela está dormindo (cochilos da tarde) e sente vontade de fazer xixi acorda e pede pra ir pro banheiro.

Tá... não posso ainda sumir com TODAS as fraldas que restaram pois à noite ainda coloco.
A maioria das vezes ela acorda de manhã com a fralda seca, mas coloco pra não acontecer um acidente, já que algumas vezes a fralda amanhece bem molhada.
Acredito que esse inverno permaneceremos assim ainda e no verão TCHAU FRALDAS TAMANHO GGX!!!!!
E olá fraldas RN!
O bolso e a natureza agradecem.


Meus conselhos pra quem está tentando desfraldar (baseados única e exclusivamente na minha experiência):

- Desde muito cedo sempre que eu ía para o banheiro a Beatriz ía junto e ficava só me olhando. Acho que isso foi fazendo com que ela assimilasse as coisas.
- Desfralde no verão! Deixe a criança só de calcinha (cueca) e se tiver escapes não brigue, explique que o lugar do xixi/cocô é no banheiro.
- Compre um penico bem fofinho e deixe ele disponível no banheiro, sem pressão para usá-lo.
- Sempre pergunte se ela precisa fazer xixi ou cocô. Se for preciso pergunte de minuto em minuto.
- Sempre que ela fizer as necessidades no lugar certo comemore junto com ela, bata palmas, diga tchau pro cocô... essas coisas bestas ajudam muito.
- Deixe-a subir no vaso e soltar a descarga. A Beatriz a-d-o-r-a!
- E finalizando: cada criança tem o seu tempo. Umas começam o desfralde antes mesmo de andar. Outras somente depois dos 3 anos. O principal é não ficar comparando e não se desesperar. Uma hora vai acontecer. E que seja sem pressão e stress, pois pode retardar o processo.

Beijos!


21 fevereiro 2014

1ª US

Agora sim! Posso me considerar realmente uma gestante.
Ao ouvir o coraçãozinho e saber que tudo está bem é que a ficha cai.
Vovó, papai e filhota foram junto conhecer o bebê.
Um ótimo médico fez o exame e explicou toooodos os detalhes, inclusive que foi o ovário esquerdo o responsável pelo sucesso.
E lembro exatamente que senti umas fisgadas nele no período fértil.
Esse trabalhou direitinho!

Nota: na 1ª gestação a 1ª US foi com a bexiga cheia e essa não, pelo contrário, tive que esvaziá-la. Mudaram os procedimentos em menos de 3 anos, é isso?

Hoje estou com 8 semanas.

Sintomas?
Ao contrário da 1ª gestação estou tendo alguns sim:
- falta de ar no início
- náusea
- azia
- cansaço, muito cansaço
- falta de paciência
- sono
- dor de cabeça

E além disso tudo Beatriz pegou uma virose e teve vários episódios de vômito daqueles assustadores bem no início da gravidez.

Mas como tudo, passa...

14 fevereiro 2014

Diário da gestação

Lá vou eu ressuscitar esse blog na marra!
SIM! Ele voltará a ser um diário da gestação. Quem não viu o último post VEJA.

Nunca postei aqui que estávamos planejando o segundinho... sabe como é... a pressão só atrapalha, pelo menos no meu caso.
Mas o fato é que em maio nós liberamos os treinos, só que como eu ainda estava amamentando demorou até dezembro pra eu menstruar novamente, justamente em dezembro que o desmame se concretizou. Coincidência, não?
Então, 19/12 foi meu 1º dia do ciclo.
Pessoas falavam: "Assim que desmamar engravida" ou "Cuidado, é muito fácil engravidar no 1º ciclo pós desmame".
Pensei: "Rá Rá Rá, demorei 1 ano e meio pra engravidar da Beatriz. Dessa vez não vai ser muito diferente."
Mas lá no fundo aquela esperança...

Então que no 28º dia do ciclo resolvi fazer um teste de farmácia (a mais ansiosa) e é lógico que deu negativo.
Lá pelo 32º fiz mais um: negativo novamente.
Então deixei rolar.
Estavam começando uns sintomas chatos, mas pareciam TPM: mau humor, dor de cabeça, azia, falta de ar.
Nessa altura tinha ido no GO pra fazer o preventivo e tinha comentado que o ciclo iria ser longo e ele me disse pra esperar até 60 dias de ciclo. Se não menstruasse até lá era pra voltar no consultório.
OK. Desencanei, afinal meus ciclos sempre foram muito irregulares (por isso a demora pra engravidar da primeira).

Acontece que dia 31 de janeiro, 44º DC, uma sexta feira horrenda de calor, às 23h25 fui até o banheiro e algo me disse pra fazer o teste de farmácia novamente. De cara já apareceram as 2 listras. Fortes!


Não acreditei!
Comecei a suar, a rir, a conversar com a parede... e o marido lá dormindo.
Voltei pra cama, postei no grupo do FB, não sabia o que fazer. Insônia. Peguei no sono perto das 4 horas. Não contei pra ninguém (fora o grupo).

Sábado chegou e eu guardando a novidade só pra mim, mas morrendo de vontade de gritar.
Contei pra minha filha de 2 anos e 4 meses. Fiz mais um teste de outra marca e deu positivão de novo.
E passamos o sábado só eu e ela sabendo da novidade.

Tinha planejado contar a novidade pro marido no dia 07 de fevereiro, que foi o dia de 2011 que contei da minha primeira gravidez. Mas é claaaro que eu não ía aguentar até lá.
Então no domingo de manhã coloquei o primeiro teste dentro de uma caixinha, junto com um bilhete e assim que ele acordou entreguei.
Mas antes disso a minha filha correu até ele e falou: "Neném baíga mamãe!!!".
Mas ele não entendeu.
Então abriu a caixinha e ficou surpreso. "Mas já???" Essa foi a frase. hehehehehehe
Apesar de estarmos tentando há 8 meses não imaginávamos que no 1º ciclo iríamos conseguir.
Estamos muito felizes.

O mais interessante de tudo é que engravidei da Beatriz lá pelo dia 15 de janeiro de 2011, e agora foi entre o dia 03 e 09, ou seja, nascerá muito perto!
Segundo o marido é bom, porque economiza nos aniversários e faz uma festa só. hahahahahaha

Então é isso:
Lá vou eu viver tudo novamente!